A primeira iniciativa, realizada em 2006, foi a Campanha de Doação de Sangue, por ser uma ação simples que não demanda muitos recursos, mas de elevado alcance social. A adesão das empresas associadas, nesta primeira ação, foi responsável por um resultado positivo: cerca de 300 litros de sangue coletados. Levando em conta que cada pessoa doe meio litro de sangue, chega-se ao número aproximado de 600 doadores. Mas há potencial para um incremento tendo em vista o grande número de funcionários/colaboradores de todas as operadoras associadas à Abramge. À medida que mais empresas tomam consciência da importância da responsabilidade social e do poder do voluntariado, e empenham-se nas campanhas da Abramge Solidária, o número tenderá a crescer muito e, tendo isso como meta, a diretoria do Sistema definiu que essa campanha será permanente. Participe!
 
1. A ação
 
Mobilizar os funcionários das operadoras para a doação de sangue. Podendo-se ainda estender a ação a outros públicos como, familiares de funcionários, fornecedores, empresas clientes entre outros.  
 
2. O período
 
Permanente. Fica em aberto a cada operadora a quantidade de dias da campanha, levando em consideração o número de funcionários, distribuição geográfica, condições do "parceiro coletor" e outros fatores que julgar relevante.
 
3. O Parceiro Coletor
 
Existem normas que regulam a coleta, armazenagem e transporte de sangue humano. Por isso, deve haver, impreterivelmente, a parceria com uma entidade devidamente autorizada ao procedimento.
 
Para facilitar disponibilizamos para download a relação dos principais hemocentros do país e cada empresa associada deve entrar em contato com a entidade local para combinar a data, o número de participantes da campanha e as providências necessárias.
 
Esse parceiro será responsável pela coordenação da coleta e destinação do material. É importante verificar antecipadamente qual a capacidade de coleta do mesmo, para não haver problemas no dia. Esse é um fator determinante na duração da campanha, podendo estendê-la mais ou menos, para dividir os funcionários em grupos menores durante vários dias, atendendo à capacidade do parceiro.
 
4. O local
 
Preferencialmente, a coleta deverá ser feita na sede da operadora e/ou nos locais de atendimento de sua rede própria, pois amplia o número de doadores, pela facilidade de acesso e estímulo às pessoas que não estavam suficientemente sensibilizadas pelo movimento.
 
Somente o parceiro coletor tem condições de garantir a realização do trabalho em locais fora do centro de coleta. Porém, isso pode não ser possível por diferentes motivos e nesse caso sugerimos que a operadora coloque à disposição transporte suficiente para atender a todos os interessados. Isso pode ser feito pela locação de um ônibus/microônibus em horários previamente definidos – duas a quatro saídas no dia.
 
5. Os públicos
 
O principal público-alvo desta mobilização é o funcionário/colaborador da operadora associada da ABRAMGE. Porém, quanto mais pessoas participando, mais sucesso alcançado. Na comunicação prévia, deve-se estimular os funcionários e colaboradores a trazer parentes e amigos para a doação.
 
Caso seja interesse da operadora e a mesma tendo condições de atender a demanda, pode-se estender o convite para clientes e à comunidade local.
 
6. A Comunicação
 
O sucesso desse tipo de mobilização depende muito da divulgação prévia, tanto em termos de exposição, quanto de esclarecimento.
 
Disponibilizamos assim, no portal da Abramge, os materiais de divulgação para os associados produzirem as peças que considerarem mais adequadas. Estão disponíveis: banner, faixa de rua, cartaz e release-padrão para veiculação na imprensa local.
 
Como sugestão, propomos os seguintes meios de comunicação: murais; holerites para anexar os folhetos; intranet; reuniões gerenciais e de departamentos; jornais e boletins internos; camisetas; banners; e, outros.
 
Da mesma forma, se a operadora optar por abrir sua campanha para públicos externos, pode utilizar-se de: boleto de pagamento; jornal/revista empresarial; internet; faixas em frente aos postos coletores; e, outros.
 
A Abramge expedirá à imprensa release informando que se trata de uma mobilização nacional, mas nada impede que a própria operadora faça a sua divulgação, desde que, novamente, não omita o nome Abramge Solidária e que se trata de mobilização conjunta de várias operadoras.
 
Ao mesmo tempo, a Abramge divulgará previamente a ação aos postos coletores de todo o país (hemocentros), para que eles se sensibilizem e abram suas portas ao maior número possível de associados.
 
IMPORTANTE: Como em toda ação corporativa, o exemplo é o primeiro passo. É recomendável que algum(ns) executivo(s) da diretoria, conselho ou o presidente, sejam alguns dos primeiros a doar.
 
7. Quem pode e quem não pode doar
 
Requisitos básicos para a doação de sangue
Estar em boas condições de saúde.
Ter entre 18 e 65 anos.
Pesar no mínimo 50kg.
Estar descansado e alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).
Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social e Passaporte).
 
Impedimentos temporários
Gripe: aguardar 7 dias
Gravidez.
90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.
Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses)
Ingestão de bebida alcoólica nas 4 horas que antecedem a doação.
Tatuagem nos últimos 12 meses
Exames complementares, ex.: endoscopia, nos últimos 12 meses
Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis como não usar preservativo com parceiros ocasionais ou desconhecidos: aguardar 12 meses.
 
Impedimentos definitivos
Hepatite após os 10 anos de idade.
Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
Uso de drogas injetáveis ilícitas.
Malária.
 
Respeitar os intervalos para doação:

  • Homens 60 dias: até 4 doações por ano.
  • Mulheres 90 dias: até 3 doações por ano.

Antes da doação, todos passam por uma entrevista. É importantíssimo ser muito sincero nessa conversa.
 
PARTICIPE !

 

Compartilhe este conteúdo:


Rua Treze de Maio, 1540 - Bela Vista - São Paulo - SP | CEP.: 01327-002 | Tel.: 11 3289-7511
© 2014 - Todos os direitos reservados