alami-eua

Carlito Marques, presidente da Universidade Corporativa Abramge, secretário-geral da Abramge e diretor da Alami – Asociación Latinoamericana de Sistemas Privados de Salud, entre os dias 20 e 22 de setembro, participou de mais um capítulo da série de encontros anuais da Diretoria da Alami. Seguindo o planejamento da entidade de sempre diversificar os locais das reuniões entre os países associados, desta vez a Alami se reuniu em Washington, nos Estados Unidos, para concluir uma extensa e importante pauta do setor de saúde.

No primeiro dia, a reunião foi no Center for Strategic and International Studies (CSIS), uma organização bipartidária de pesquisa de políticas sem fins lucrativos com mais de 50 anos de tradição, dedicada a fornecer insights estratégicos e soluções políticas para ajudar tomadores de decisão a traçar um curso em direção a um mundo melhor.

O discurso de abertura ficou a cargo de Steve Morrison, vice-presidente sênior e diretor do Centro de Políticas Globais de Saúde do CSIS, Mark Schneider, principal assessor do Programa das Américas do CSIS e Michael Matera, diretor do Programa das Américas do CSIS.

Na sequência, James Fitzgerald, diretor de Sistema e Serviços de Saúde da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), falou sobre as perspectivas da OPAS sobre temas relacionados à qualidade e financiamento da atenção à saúde, para uma grande plateia composta por responsáveis por administrar a saúde de diversos cidadãos dentro das Américas.

Maureen Lewis, CEO e fundadora da Aceso Global, respeitada líder em saúde global e economia da saúde, ex-economista-chefe do Banco Mundial (BID) para o desenvolvimento humano, passou mais de 25 anos assessorando governos e líderes do setor privado em todo o mundo em reformas do sistema de saúde, e Gerard La Forgia, líder em saúde global e hospitais, ex-especialista em saúde do Banco Mundial na Índia e no Brasil, falaram das tendências dos Estados Unidos para questões como a qualidade da atenção e o financiamento dos serviços de saúde.

Cristian Baeza, diretor de Soluções de Sistemas de Saúde e professor da Universidade de Washington, discorreu sobre a relação entre os setores público e privado de saúde nas Américas. No período da tarde, o Conselho Deliberativo da Alami se reuniu na Embaixada da Argentina, na Organização dos Estados Americanos (OEA).

alami-eua-3

Na tarde do dia 21, a Diretoria da Alami foi à sede da OPAS/OMS (Organização Mundial de Saúde) foi recebida pelos doutores Clarissa F. Ettiene e Francisco Becerra, diretora e diretor adjunto, respectivamente. A seguir, Francisco Becerra falou sobre a situação de saúde dos países da América Latina e Estados Unidos, assim como possíveis soluções para os problemas sanitários, pontuando alguns subtemas: cobertura universal, agências técnicas de avaliação de tecnologias sanitárias e de qualidade dos serviços, rol básico de serviços e como evitar eventuais abusos de recursos nos sistemas de saúde, além da importância de propostas de colaborações público/privado.

alami-eua-2

O último dia de workshop foi realizado na OEA e contou com abertura do presidente da Alami Hugo Magonza (Argentina) e do presidente da Development  Outcomes Organization (DevOutcomes) Juan Manuel Sotelo. Hérnan Rosenberg, vice-presidente da DevOutcomes e membro da Alami, apresentou um painel sobre a situação de saúde em cada um dos país membros da Alami, com foco no setor privado de saúde.

Alberto Kleiman, diretor de Relações Externas, Mobilização de Recursos e Associações da OPAS, e Tomás Sánchez Bustamante, presidente da Organización de Servicios Directos Empresarios (operadora de saúde argentina), abordaram o assunto Relações de saúde Estado-setor privado nas Américas.

alami-eua-5

O Sistema de Saúde dos Estados Unidos foi o tema debatido entre Joxel García, vice-presidente e diretor-médico da American Express, e José Antonio Quirós, nomeado Top Doctor pela revista Washingtonian. Na sequência, Antonio Hernández, presidente do Comitê Internacional da Faculdade Americana de Engenharia Clínica e membro da Alami, dividiu com o público presente o seu conhecimento de mais de 40 anos de experiência no campo da tecnologia da saúde.

Hérnan Rosenberg retornou no painel sobre gestão moderna baseada em resultados. A ética em saúde do século XXI foi tema das apresentações do Monsenhor Alberto Bochatey, membro da Pontifícia Academia para Vida da Cidade do Vaticano, e Alberto Mazza, ex-presidente da Alami.

Encerrando a agenda de atividades, Nicholas Assad, vice-presidente sênior de Desenvolvimento de Negócios do Connected Development Group, e David Nobillo, assessor de Gestão do Conhecimento da OPAS, falaram sobre e-Saúde, saúde e tecnologia se complementando.

 

 

Compartilhe este conteúdo:


Rua Treze de Maio, 1540 - Bela Vista - São Paulo - SP | CEP.: 01327-002 | Tel.: 11 3289-7511
© 2014 - Todos os direitos reservados