Reinaldo de Camargo Scheibe é confirmado presidente da Abramge em eleição

São Paulo, março de 2018 – No último dia 27 de março, as operadoras associadas à Abramge – Associação Brasileira de Planos de Saúde – elegeram Reinaldo de Camargo Scheibe para ocupar a presidência da entidade, pelo período de 2018 a 2021, cargo que já atuava desde 2016, quando da saída de seu antecessor Cyro de Britto Filho. O novo presidente da Abramge tem extensa trajetória no setor de saúde suplementar, atuando há mais de 30 anos em diferentes entidades da saúde suplementar tanto na área hospitalar quanto de planos de saúde, tendo sido ainda, em duas ocasiões, presidente da Alami – Associação Latinoamericana de Saúde Privada. É bacharel em administração empresarial, com pós-graduação em administração hospitalar e faz parte dos quadros diretivos do Sistema Abramge desde a década de 1980.

Atualmente, o setor de saúde suplementar no Brasil possui 47,3 milhões de beneficiários que realizam anualmente mais de 1,4 bilhão de procedimentos, dentre os quais cerca de 250 milhões de consultas médicas e 750 milhões de exames complementares; 8 milhões de internações hospitalares; e 2,5 milhões de sessões de radioterapia e quimioterapia. As operadoras associadas à Abramge representam cerca de 40% dos beneficiários de planos de saúde, garantindo o atendimento de aproximadamente 18 milhões de pessoas.

Alguns dos principais desafios do novo presidente da Abramge Reinaldo Scheibe são: auxiliar no planejamento e retomada do crescimento da saúde suplementar; encabeçar o combate às fraudes e à máfia das próteses; dirimir os impactos da judicialização da saúde; possibilitar a implantação de novos modelos de remuneração baseados na qualidade dos serviços, não somente na quantidade (fee for service) de procedimentos realizados; e outros relacionados à regulamentação do setor. “É importante lembrar que estes são desafios de todo o setor e, para conquistá-los, a Abramge conta com o apoio de todas as entidades da saúde suplementar”, afirma Scheibe.

A Abramge continuará atuando regularmente junto à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) no aprimoramento do segmento que, em sua opinião, deve haver sinergia entre a agência e as operadoras de planos de saúde para o fortalecimento social da atividade no Brasil. “Almejo um sistema de saúde suplementar com equilíbrio socioeconômico, com foco na qualidade do atendimento e acesso simplificado do consumidor brasileiro”, finalizou o presidente.
Confira a íntegra da diretoria eleita: 

Cargo

Candidato

Associado

UF

Presidente

Reinaldo Camargo Scheibe

Amil Assistência Médica Internacional S/A
São Paulo

SP

Secretário Geral

Carlito Marques de Abreu

Hapvida Assistência Médica Ltda.
Fortaleza

CE

1º Secretário

Francisco Antonio Santa Helena

Centro Clínico Gaúcho Ltda.
Porto Alegre

RS

1º Tesoureiro

Paulo Rogério Santini Gabriel

São Francisco Sistemas de Saúde Sociedade Empresarial Ltda.
Ribeirão Preto

SP

2º Tesoureiro

Felipe Magalhães Rossi

Samp Minas Assistência Médica Ltda.
Belo Horizonte

MG

Diretor de Promoção

Antonio Fernando Monteiro

Cemil - Centro Médico de Itú Ltda.
Itú

SP

Diretor Adjunto

Jorge Antonio Duarte Oliveira

Promédica Proteção Médica à Empresas Ltda.
Salvador

BA

Diretor Adjunto

Joaquim Pereira

Medisanitas Brasil Assistência Integral à Saúde S/A
São Paulo

SP

 

Compartilhe este conteúdo:

Telessaúde é a prestação de serviços de saúde a distância por meio de tecnologias da informação e comunicação, via computador ou aplicativos, por exemplo. O setor ganhou força com a pandemia do novo coronavírus, que evidenciou a necessidade de inovações tecnológicas para aumentar a segurança de profissionais da saúde e pacientes. E Reinaldo Scheibe esteve presente para a tomada dessa decisão

 

O 1º Encontro Virtual da CMB encerrou suas atividades nesta quinta-feira, dia 8/10. O último dia teve como enfoque o impacto econômico-financeiro nas operadoras e prestadores e contou com a presença de renomados palestrantes do setor.

A grande litigiosidade envolvendo a saúde suplementar, tanto coletiva quanto individual, está inundando os tribunais de demandas que poderiam ser resolvidas por meios consensuais. Esse fenômeno afeta o equilíbrio econômico das operadoras de planos de saúde e deve ser mitigadoCom essa tese, especialistas iniciaram nesta quarta-feira (23/9) a primeira Jornada Jurídica de Saúde Suplementar. O evento, que conta com a colaboração da ConJur, é organizado pelo Instituto de Estudos da Saúde Suplementar (IESS) e pelo Colégio Permanente de Diretores de Escolas de Magistratura (Copedem).

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) realizou de maneira virtual, no dia 18/09, a 2ª Reunião técnica com membros da Câmara de Saúde Suplementar (CAMSS) sobre melhorias na RN 439, que dispõe sobre o processo de atualização periódica do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde e também debateu sobre o Projeto de Lei (PL) 6330/2019 que torna obrigatória a incorporação dos tratamentos antineoplásicos domiciliares de uso oral pelos usuários de planos de assistência à saúde.

A Câmara de Saúde Suplementar é um órgão de participação institucionalizada da sociedade na Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, de caráter permanente e consultivo, que tem por finalidade auxiliar a Diretoria Colegiada nas suas discussões.

Após a realização da 16ª Reunião Extraordinária de Diretoria Colegiada, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) anunciou, nesta sexta-feira (21/08), que está suspensa, por 120 dias, a aplicação de reajustes aos contratos de planos de saúde para todos os tipos de plano: individual/familiar e coletivos - por adesão e empresariais. A suspensão terá início em setembro e será válida para reajustes anuais e por mudança de faixa etária dos planos de assistência médico-hospitalar. 

Os planos e seguros de saúde têm demonstrado seus méritos durante a pandemia, ao garantir cuidados e atendimentos aos beneficiários que precisam de atendimento, não apenas para covid-19, mas para as demais doenças. Também se mostram cada vez mais importantes por colaborar com o funcionamento de toda a cadeia de saúde do país, ajudando a desafogar o SUS. Por outro lado, os planos têm sido atingidos por medidas que, no intuito de proteger alguns, podem prejudicar todo o conjunto de usuários.


Rua Treze de Maio, 1540 - Bela Vista - São Paulo - SP | CEP.: 01327-002 | Tel.: 11 3289-7511 / 11 4508-4799 / 11 4508-4774
© 2014 - Todos os direitos reservados

Para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse, nós utilizamos cookies e tecnologias semelhantes. Para navegação funcionar corretamente será necessário política de privacidade